Comissão da reforma eleitoral irá discutir prazo de desincompatibilização de servidores

Deputada Renata Abreu. Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados, Agência Câmara de Notícias.

Prazos e formas da chamada desincompatibilização, tempo anterior às eleições no qual devem se licenciar agentes públicos e servidores, será discutida em audiências públicas realizadas pela comissão da reforma eleitoral na Câmara.

“Propomos que as reuniões ordinárias aconteçam uma vez por semana, preferencialmente às quartas-feiras, enquanto as audiências públicas poderiam ocorrer duas vezes por semana, nas quintas à tarde e sextas pela manhã”, sugeriu a relatora da comissão, Renata Abreu (Podemos-SP).

A comissão é composta por 34 membros titulares e 34 suplentes e terá até 40 sessões para emitir um parecer.

Propostas para a reforma eleitoral podem ser enviadas diretamente para os Deputados.

Participam da comissão os Deputados Luis Tibé (Avante-MG), Presidente, Renata Abreu (Podemos-SP), relatora, e Pedro Lupion (DEM).

As informações de contato de cada participante encontram-se disponíveis no site da Câmara dos Deputados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.