Um milhão de verdinhas

Circula o boato de que fiscais da Receita teriam oferecido à pessoas próximas do Chefe de Gabinete do Governador do Estado um milhão de Reais por mês se fossem alçados a certos cargos.

Proposta que não foi aceita, é claro, mas que demonstra a violência e a força com que o assédio é praticado.

Quem lembra do alvoroço causado pela Operação Publicano no passado, anulada pelo STF, lembra do calote dado pelos fiscais do estado.

Dos R$ 50 milhões que supostamente foram desviados dos cofres públicos, míseros R$ 5,7 mil foram supostamente utilizados para comprar 70 unidades de compensados. Cujo endereço de entrega supostamente seria o mesmo do comitê de campanha do PSDB no estado.

Valor bem diferente da suposta propina, que no momento da proposta, também seria milionária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.